Vídeos Recorrentes: Alcance e Frequência

5 de Fevereiro de 2016 às 14h39
Há muitas décadas se produzem vídeos com caráter publicitário, em sua maioria vendendo um produto e raras vezes um conceito de marca. Com isso, os grandes players da época aproveitaram-se da massificação desses produtos, e claro, dos altos ganhos financeiros, e criaram um sistema complexo, caro e nada autossustentável, baseando um formato de vendas em prol de comissões gigantescas. Isso poderia ser cobrado dos clientes, ao invés de ser apenas um repasse. Toda essa avalanche digital e novos players (Youtube, Facebook, Google, Twitter e outros) com conceitos diferentes de monetização, fizeram com que as grandes agências repensassem no formato e aos poucos aprendessem a cobrar diretamente do cliente pelo serviço e acompanhamento de produção. Como comentado acima, os altos custos criaram um estereótipo de que os vídeos sempre são caros e inacessíveis para pequenas e médias empresas ou em maior quantidade. Claro que é inevitável que grandes produções com grandes equipes tenham um investimento à altura, mas quando se trata de vídeos explicativos ou pequenos institucionais, é possível alinhar qualidade com preços justos. Sempre que falo de preços justos, algumas pessoas ainda acham que o intuito é prostituir o mercado de publicidade! E não tem nada disso, até porque, a expressão “prostituir o mercado” pode estar ligada também ao preço excessivo cobrado. Preço justo é criar um sistema sustentável, acessível a todas empresas e que possa fazer com que elas aumentem seu faturamento com a utilização de vídeos bem produzidos, assim como as grandes marcas. O vídeo marketing ainda está conquistando seu espaço, já que existem muitas dúvidas ou falta de informação, principalmente relacionado ao preço. Quando uma empresa decide fazer um vídeo, ela planeja utilizá-lo no mínimo durante um ano e tem que se preocupar caso queira utilizá-lo mais, já que o formato tradicional é cobrado por praça e tempo de veiculação. Contudo, é bom deixar claro que na internet é quase impossível ter esse controle, e se você ficar com um vídeo durante um ano, com certeza ele só fará efeito efetivo no seu primeiro mês ou até mesmo na sua primeira semana, exceto os vídeos aplicados no site, ligando informação ao produto ou serviço. Então, quem decide fazer um vídeo hoje e outro só daqui a um ou dois anos, corre um sério risco de ficar atrasado com seu público. O vídeo hoje traz mais conteúdo do que promoção. Ele traz laços que permitem que o seu cliente se identifique com sua marca, ao invés de “enfiar garganta abaixo” uma venda! Você precisa mostrar que sua marca não tem apenas o produto e sim uma identidade que quem a usa terá orgulho e assim naturalmente vai propagar muito mais e com mais eficiência a novos clientes (o famoso boca a boca). Desta forma, o marketing se torna mais efetivo, e quando falamos em efetividade, é claro que reflete diretamente nos investimentos. Imagine só, você prefere gastar cem mil reais e impactar um milhão de pessoas com conversão a 1% ou 2% ou impactar cem mil pessoas investindo apenas mil reais, convertendo 20% ou 30% delas? De fato os números podem enganar, fazendo com que você ache que o maior investimento trouxe mais clientes, mas no “fritar dos ovos” o gasto foi muito alto e sem nenhuma garantia. É assim que funciona o marketing digital, clareza nas informações, uma trilha de conexões que fazem com que você saiba exatamente qual centavo gasto trouxe aquele cliente e quanto isso foi relevante para seu negócio! Mas claro, trazer clientes não é tudo! O vídeo, o e-mail e a campanha podem ser perfeitas, mas se quando o cliente chegar na sua porta, você não souber recebê-lo, não adianta nada! Tudo vai por água abaixo e nessa fase que estamos vivendo, o erro pode ser fatal. Então, aí vai uma dica: sempre priorize a experiência em atendimento, até mesmo antes de produzir um vídeo ou qualquer outra peça de marketing!  
video marketing
Vídeo Online
Vídeos Online
por putzfilmes

Entre em contato

A Putz Filmes utiliza cookies para otimizar sua experiência de navegação em nosso website, podendo estes serem utilizados para melhoria da navegação, analytics, segurança e para o apoio e promoção das atividades da Putz Filmes, por meio da divulgação de nossos serviços. Para obter maiores informações acerca da coleta e do tratamento de dados, confira nossa Política de Privacidade.

Aceitar
Icone Play

Vídeos para impactar o seu público!

Nenhuma outra mídia tem o poder de expor uma ideia e gerar uma resposta tão eficaz quanto o vídeo. É hora de aumentar o seu número de cliques, leads e taxas de conversão.

Orçamento on-line
Fale com um especialista
Fechar popup
Quero um vídeo igual a este
Fechar popup

Política de Privacidade Putz Filmes

Todas as suas informações pessoais recolhidas, serão usadas para o ajudar a tornar a sua visita no nosso site o mais produtiva e agradável possível. A garantia da confidencialidade dos dados pessoais dos utilizadores do nosso site é importante para o Putz Filmes.

A informação pessoal recolhida pode incluir o seu nome, e-mail, número de telefone e/ou telemóvel, morada, data de nascimento e/ou outros. Todas as informações pessoais relativas a membros, assinantes, clientes ou visitantes que usem o Putz Filmes serão tratadas em concordância com a Lei da Proteção de Dados Pessoais de 26 de outubro de 1998 (Lei n.º 67/98).

O uso do Putz Filmes pressupõe a aceitação deste Acordo de privacidade. A equipa do Putz Filmes reserva-se ao direito de alterar este acordo sem aviso prévio. Deste modo, recomendamos que consulte a nossa política de privacidade com regularidade de forma a estar sempre atualizado.

Os anúncios

Tal como outros websites, coletamos e utilizamos informação contida nos anúncios. A informação contida nos anúncios, inclui o seu endereço IP (Internet Protocol), o seu ISP (Internet Service Provider, como o Sapo, Clix, ou outro), o browser que utilizou ao visitar o nosso website (como o Internet Explorer ou o Firefox), o tempo da sua visita e que páginas visitou dentro do nosso website.

Cookie DoubleClick Dart

O Google, como fornecedor de terceiros, utiliza cookies para exibir anúncios no nosso website, com o cookie DART, o Google pode exibir anúncios com base nas visitas que o leitor fez a outros websites na Internet e os utilizadores podem desativar o cookie DART visitando a Política de privacidade da rede de conteúdo e dos anúncios do Google.

Os Cookies e Web Beacons

Utilizamos cookies para armazenar informação, tais como as suas preferências pessoas quando visita o nosso website. Isto poderá incluir um simples popup, ou uma ligação em vários serviços que providenciamos, tais como fóruns.

Em adição também utilizamos publicidade de terceiros no nosso website para suportar os custos de manutenção. Alguns destes publicitários, poderão utilizar tecnologias como os cookies e/ou web beacons quando publicitam no nosso website, o que fará com que esses publicitários (como o Google através do Google AdSense) também recebam a sua informação pessoal, como o endereço IP, o seu ISP, o seu browser, etc. Esta função é geralmente utilizada para geotargeting (mostrar publicidade de Lisboa apenas aos leitores oriundos de Lisboa por ex.) ou apresentar publicidade direcionada a um tipo de utilizador (como mostrar publicidade de restaurante a um utilizador que visita sites de culinária regularmente, por ex.).

Você detém o poder de desligar os seus cookies, nas opções do seu browser, ou efetuando alterações nas ferramentas de programas Anti-Virus, como o Norton Internet Security. No entanto, isso poderá alterar a forma como interage com o nosso website, ou outros websites. Isso poderá afetar ou não permitir que faça logins em programas, sites ou fóruns da nossa e de outras redes.

Ligações a Sites de terceiros

O Putz Filmes possui ligações para outros sites, os quais, a nosso ver, podem conter informações / ferramentas úteis para os nossos visitantes. A nossa política de privacidade não é aplicada a sites de terceiros, pelo que, caso visite outro site a partir do nosso deverá ler a politica de privacidade do mesmo. Não nos responsabilizamos pela política de privacidade ou conteúdo presente nesses mesmos sites.